Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial GPAF - Gerência de Política Agrária e Fundiária Assessoria Técnica dos Núcleos Quilombolas e Indígenas (ASTNQI)

Assessoria Técnica dos Núcleos Quilombolas e Indígenas (ASTNQI)

Assessoria Técnica dos Núcleos Quilombolas e Indígenas (ASTNQI)

O Estado de Alagoas possui 70 comunidades quilombolas reconhecidas e 11 etnias indígenas identificadas.

O Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral) atua no apoio técnico e social para os povos tradicionais por meio da Assessoria Técnica dos Núcleos Quilombolas e Indígenas (ASTNQI)

Tem como objetivos: organizar, mobilizar e monitorar as comunidades assistidas, buscando instrumentos que possibilitem o acesso às políticas públicas, contribuindo para o procedimento no controle e qualidade de vida.

Atualmente, a ASTNQI é coordenada pela servidora Leone Manoel da Silva que é formada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) no ano de 2004; também atua como produtora cultural e foi coordenadora do projeto Feira Agrária do Crédito Fundiário, desenvolvido pelo Iteral, nos anos de 2017 a 2019.

  

Conheça as principais demandas:



  •  Intermediar o diálogo entre comunidades remanescentes de quilombos e povos indígenas, junto aos gestores municipais e do Estado;
  •  Participar do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (CONEPIR/AL) e contribuir para a promoção de políticas públicas e defesa dos povos tradicionais;
  • Participar do Comitê Gestor do Monumento Nacional Serra da Barriga composto por representantes das três esferas de poder público e da sociedade civil. Possui a função de desenvolver diretrizes para promover o turismo sustentável no Parque Memorial Quilombo dos Palmares e no seu entorno, no município de União dos Palmares (AL).
  • Apoiar às comunidades remanescentes de quilombos no processo de reconhecimento e certificação junto a Fundação Cultural Palmares (FCP);
  • Promover a integração entre os povos tradicionais e os agricultores das unidades produtivas do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), inclusive, na participação em feiras agrárias;
  • Prestigiar as atividades artísticas e culturais desenvolvidas pelos povos tradicionais;
  • Ministrar palestras em associações, sindicatos rurais e demais instituições que solicitem o apoio do Iteral;
  • Promover vivências acadêmicas em comunidades quilombolas, povos indígenas, assentamentos e unidades produtivas do PNCF;
  • Executar reuniões com gestores municipais, lideranças sindicais e associações para articulação e realização das feiras agrárias do Crédito Fundiário/PNCF;
  • Realizar o Ciclo de Formação Quilombola em parceria com o escritório regional da Fundação Cultural Palmares (FCP) em Alagoas.
 
 
 

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

Portal da Transparência

Banner Iteral

diario oficial

agencia-alagoas.jpg

banner_convenios.jpg