Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Dezembro Iteral e MLST celebram 19 anos da Feira da Reforma Agrária
04/12/2019 - 17h10m

Iteral e MLST celebram 19 anos da Feira da Reforma Agrária

Produtos agrícolas de qualidade, plantas e animais serão comercializados até sábado na Praça da Faculdade em Maceió

Iteral e MLST celebram 19 anos da Feira da Reforma Agrária

Texto e foto: Helciane Angélica Santos Pereira (Iteral/Ascom)

 

De 04 a 07 de dezembro, na praça Afrânio Jorge conhecida por Praça da Faculdade no bairro do Prado em Maceió, acontece mais uma edição da Feira da Reforma Agrária promovida pelo Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) com o apoio do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral).

Participam da feira cerca de 100 agricultores familiares oriundos de acampamentos e assentamentos rurais dos municípios de Piranhas, Olho D'água do Casado, Teotônio Vilela, Junqueiro, Delmiro Gouveia, Murici, Branquinha, União do Palmares, Joaquim Gomes, Novo Lino, Messias, Porto Calvo, Japaratinga e Porto de Pedras.

As feiras agrárias por onde passam é um sucesso, destaca a importância da reforma agrária e garante o escoamento da produção. O movimento pode contar com o Iteral, e independentemente da posição do Governo Federal, nós temos aqui em Alagoas um governador que tem afinidade com os movimentos sociais e defende a agricultura familiar. Só temos a desejar uma ótima feira e que os feirantes vendam tudo!”, afirmou Jaime Silva, diretor presidente do Órgão de Terras durante a solenidade de abertura do evento que contou com a presença de lideranças de movimentos sociais do campo e de sindicatos.

Os coordenadores do MLST comemoram os 19 anos de história da feira e de valorização da agricultura familiar. “A nossa feira e essa produção é um ato revolucionário! O agronegócio mata, mas o nosso negócio é diferente, busca a proteção da natureza, a preservação do solo e uma produção de alimentos que gere saúde. E hoje, 70% do que é consumido pela população brasileira vem da agricultura familiar”, exaltou Josival Oliveira. “Esse é um espaço para a gente dialogar, conhecer e construir novas parcerias. É uma movimentação importante do campo para a cidade, tirando o atravessador, e mostrar o que a gente produz”, destacou Diana Aleixo.

A população pode comprar uma variedade de frutas (banana, abacaxi, jaca, graviola, melancia, caju, mamão, manga, laranja, coco); abóbora, macaxeira, batata doce, inhame, mel, licor, farinha, massa puba, beiju, tapioca, pimenta, bolos, pé de moleque, rapadura, doces caseiros, ovos de capoeira, plantas e animais. Também tem a casa de farinha e o restaurante camponês com pratos típicos do Nordeste: buchada, sarapatel, galinha de capoeira com macaxeira, cuscuz, dentre outros.

A agricultora Maria de Lourdes dos Santos, há 20 anos mora no Assentamento Nova Esperança (Olho D´Água do Casado) e nunca perde uma feira. “A gente participa das feiras de vários movimentos, é muito bom, sempre é animado. A gente vem, negocia e consegue vender tudo. Eu venho para cá mesmo doente, porque gosto de trabalhar e tá na feira”, citou.

A programação cultural inicia às 19h e é totalmente gratuita. Nessa quarta-feira (04/12) terá a apresentação de Rogério Nicácio e Samba da Periferia; quinta-feira (05/12) Kleber Canto e Banda Labiata; e na sexta-feira (06/12) Wagner Wolpone, Guilla Gomes e Os Cantanos.

 

Próximas feiras

O Iteral promoverá a última edição de 2019 do projeto Feira Agrária do Crédito Fundiário no município de Matriz de Camaragibe nos dias 11 e 12 de dezembro, pela primeira vez na região norte de Alagoas, com 50 barracas e uma variedade de produtos da agricultura familiar e artesanato. Já a última feira do ano na Praça da Faculdade em Maceió, será a Feira da Reforma Agrária organizada pelo Movimento Via do Trabalho (MVT) no período de 18 a 22 de dezembro.

Ações do documento