Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 MAIO Secretário de Agricultura busca a integração entre órgãos vinculados
28/05/2019 - 16h00m

Secretário de Agricultura busca a integração entre órgãos vinculados

Durante visita ao Iteral, o gestor dialogou com servidores e discutiu as ações para garantir o desenvolvimento da agricultura familiar

Secretário de Agricultura busca a integração entre órgãos vinculados

Texto e foto: Helciane Angélica Santos Pereira

 

Nesta terça-feira, 28 de maio, o Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Ronaldo Lessa, visitou as dependências do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral) em Maceió, e teve a oportunidade de dialogar com o corpo técnico.

O gestor estadual intensificará nessa semana as visitas em todos os órgãos vinculados – além do Iteral, o Instituto de Desenvolvimento Rural e Abastecimento de Alagoas (Ideral); Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) e o Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater)– com o intuito de proporcionar a integração institucional e as melhorias nas ações e programas.

 Na sede do Iteral, destacou-se o compromisso com o desenvolvimento rural e a ampliação no fornecimento dos produtos da agricultura familiar em todo o Estado; garantir a assistência técnica de qualidade para as famílias camponesas e povos tradicionais; a valorização dos servidores públicos; e o fortalecimento do Programa Nacional do Crédito Fundiário (PNCF).

 “Eu estou muito feliz em estar na Secretaria e poder ajudar. Precisamos estar juntos e um colaborando com o outro, é isso que eu quero fazer com todos os órgãos. Uma das grandes ações será a entrega de aproximadamente 1.000 títulos de posse e domínio de terra. Sem esses títulos, as pessoas não podem se credenciar para pegar empréstimos”, enalteceu Ronaldo Lessa.

Em relação à assistência técnica, o diretor presidente do Iteral defende a implantação de um convênio com a Emater. “Queremos o fortalecimento na assistência técnica, porque não podemos apenas assentar as famílias, é preciso garantir um acompanhamento mais preciso que estimule o trabalho e melhore a produção. Precisamos ajudar mais, com uma agricultura familiar forte, evitamos o êxodo rural, gera renda e diminui a violência”, destacou Jaime Silva.

Outro ponto em destaque sobre a parceria com a Seagri, é o trabalho do Iteral junto às três comunidades quilombolas no município de Santana do Mundaú (Jussara, Filús e Mariana) transformando-as em áreas modelos, proporcionando a diversificação agrícola que amenize os danos causados com a praga instalada nos laranjais; além da ampliação de açudes e a criação de alevinos; contribuindo para o escoamento da produção e a autoestima dos pequenos produtores rurais.

Ações do documento