Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Agricultores solicitam apoio do Iteral para permanecer em área rural
08/09/2021 - 16h10m

Agricultores solicitam apoio do Iteral para permanecer em área rural

Órgão de Terras fará levantamento técnico quanto a medição da área ocupada e produção agrícola, além dialogar com o proprietário do imóvel

Agricultores solicitam apoio do Iteral para permanecer em área rural

Texto e fotos: Helciane Angélica Santos Pereira (Iteral/Ascom)

             

Agricultores familiares do Acampamento Brasília estiveram na sede do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral) nesta quarta-feira, 08 de setembro, em busca do apoio institucional para a permanência no local que estão acampados há 18 anos no município de Joaquim Gomes.

Eles alegam que 14 famílias vinculadas ao Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) estão morando e produzindo numa área estimada de 75 hectares, pertencente ao usineiro Nivaldo Jatobá, que sempre demonstrou a intenção em vender o imóvel. Porém, não houve avanço quanto à aquisição junto ao Governo Federal por meio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

 

Reunião sobre o Acampamento Brasília

 

 Valmir Carlos de Lima pede apoio do IteralO grupo teme a execução da reintegração de posse. “Viemos ao Iteral diante dos comentários que têm surgido nos bastidores de que a gente teria que sair do acampamento. Mas, nós nunca sofremos ameaças, então, pedimos o apoio do Governo Estadual para nos dar cobertura”, citou Valmir Carlos de Lima, coordenador do acampamento rural.

O diretor presidente do Órgão de Terras, Jaime Silva, recebeu a comissão e garantiu a assistência na negociação, além de determinar que a equipe técnica faça um levantamento sobre a dimensão da área e a produção agrícola. Também será verificada a movimentação jurídica do caso e o real interesse do proprietário em se desfazer do imóvel.

A camponesa Maria Aparecida Marques da Silva, de 52 anos, está no local há seis anos e informou que possui o plantio de banana, laranja, coco, inhame, macaxeira, batata doce, feijão, além da criação de galinha e peixe tambaqui. Os alimentos além de abastecer os próprios acampados são comercializados na feira livre, e ainda, realiza-se constantemente a doação ao hospital do município.

 

Agricultores do Acampamento Brasília

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv
banner-eouv-plone

Portal da Transparência

logo1

Banner Iteral

diario oficial

agencia-alagoas.jpg

banner_convenios.jpg